sábado, 15 de dezembro de 2007

Pratos imperdíveis ao redor do mundo!

Comidinhas que ninguém devia deixar de experimentar quando for para:

Madrid e Espanha central:
Chocolate con churros - calórico, eu sei, mas é o café da manhã mais típico - e o chocolate é mil vezes melhor que o nosso. Aliás, os churros também, bem sequinhos e sem recheio.

E tome uma sangría - quando bem-feita, é a melhor bebida que existe.


Paris (França):
Crepe de Nutella (vende nas banquinhas de rua - que nem de cachorro quente aqui - são fantásticos!!)
Menus de 10 euros com entrada, prato principal e sobremesa.
E compre queijos e vinho francês , no supermercado mesmo, pra fazer um pequenique no Champ du Mars, com a paisagem da torre Eiffel na sua frente.

Lisboa (Portugal):
Pastel de Belém, no bairro de Belém (tem a pasteleria criadora da receita, fofíssima e com bons preços).
E bacalhau, lógico!! Perto da Praça do Comércio, nos arredores da Rua Augusta, tem uns restaurantes bem simpáticos.

Porto (Portugal):
Doces - entre numa doceria e fique bobo com a quantidade de doces lindos (os melhores são os que tem creme com ovo).


De salgado, indico um prato que chama Francesinha, uma espécie de sanduíche-refeição, surpreendentemente muito bom!


E tome um vinho do Porto! Aliás, tem uma marca de vinho verde chamada "Gatão" que é uma delícia!

Nápoles (Itália):
Pizza - ainda não fui pra lá, mas os napolitanos que conheci se gabavam horrores da pizza deles, que é a única que é boa de verdade, não existe igual em outra parte da Itália e no mundo, etc etc etc.

Londres (Inglaterra):
Fish and Chips e o English Breakfest (com feijão adocicado, ovos, bacon etc) - dá um pouco de medo, mas vale pela experiência cultural.
Café de copinho: no frio, nada melhor pros adictos à cafeína (como eu...) se deliciarem com aquele copão de café que, apesar da quantidade, não esfria! Aliás, dê uma boa olhada no cardápio, as cafeterias costumam ter um rol imenso de tipos da bebida.

Norte da Espanha (La Coruña, Santander etc):
Frutos do Mar - fazem uma Paella incrível!

Munique (Alemanha):
Salsichas brancas, lógico!
Não existem só na Alemanha (em Praga eu vi por todas as partes), mas é na Baviera que elas são mais típicas. O mais bacana é comer um sanduíche naquelas barraquinhas nas praças, mas se você for mais chique e quiser pedir num restaurante, acho que todos têm.
E se você estiver ali durante a Oktoberfest, além das wurst, não deixe de provar o schnitzel, que nada mais é do que metade de um frango assado, mas todo mundo come por lá (e é uma delícia!). E experimente cervejas alemãs - sugiro a Paulaner e a Augustiner -, mas cuidado: elas são de verdade mais fortes que as nossas.

Amsterdã (Holanda):
O prato mais típico, acreditem, são as batatas fritas. Elas são servidas em uma espécie de cone de papel, e sempre tem alguém comendo, o dia todo, em todo lugar. Também há em muitos lugares uma espécie de máquina self-service, como as de refri, onde você coloca um valor e escolhe qual salgado quer. É meio suspeito, considerando que você não sabe a que horas aquilo foi colocado lá, mas todo mundo que come garante que é ótimo!

Bruxelas (Bélgica):
Chocolate! No café, no almoço, no jantar... Há chocolate por todas as partes nessa cidade, e dos melhores do mundo.
E as mesmas batatas da Holanda - aliás, reza a lenda que elas são originárias de lá, e copiadas pelos holandeses, e são realmente muito populares. Na dúvida, experimente nos dois países!

3 comentários:

Margarida Nobre disse...

As Francesinhas no Porto são na realidade imperdíveis!! Um prato forte de sabor magnífico! No fim se se conseguir comer um pastél de Belém ou então um pastél de nata... que maravilha!!
Margarida

carolwieser disse...

Hum, viva Fish & Chips!!!
Parece estranho, mas adoro e acostumei a comer na Australia (a galera pedia em estilo "Take Away", enroladinho em um sos de papel e levava pra comer na praia...) e depois falam que farofar é coisa do Brasil... sei!

Desejo à você um super Natal e um ano novo cheio de realizações!

Beijos, ah linkei o blog!

Anônimo disse...

Obrigado por Blog intiresny