terça-feira, 29 de dezembro de 2009

2009: ano de viagens III - Espanha

Tenerife

Cádiz

Málaga

Salamanca

Ibiza

Madrid

Segóvia

Ávila

Santiago de la Puebla

Zamora

Sanabria

El Escorial

Aranjuez

Peña de Francia

4 comentários:

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

Uia, lembrar de Santiago de la puebla foi golpe de mestre! :-))))

Bá Conti disse...

Cidades pequenas também fazem parte! ;)

mari disse...

oii, posso fazer uma perguntinha? como anda a Espanha agora, depois da crise? ainda é muito dificil arranjar trabalho? eu estou indo para lá estudar o proximo ano e pretendo trabalhar tambem. eu tenho a dupla nacionalidade, voce acha que fica mais fácil arranjar trabalho com ela? como voce acha que vão estar as coisas o próximo ano? obrigada.

Bá Conti - publicitariaeviajante.blogspot.com disse...

Oi Mari, tudo bem?
A europa toda sofreu bastante com a crise, e na Espanha não foi diferente. Os efeitos ainda são visíveis, não só nos números de desempregados mas também na modificação de políticas sociais e trabalhistas.
Mas a verdade é que a questão do emprego depende muito da sua área de trabalho e da cidade; por exemplo, se você pretende buscar um trabalho temporário pra ajudar com os custos do estudo, cidades turísticas sempre precisarão de pessoal para bares, restaurantes e hotéis, especialmente se falam outras línguas. Mas se está procurando trabalho na sua área de estudo, a coisa já é um pouco mais difícil, porque hoje em dia existe uma grande população jovem e qualificada em busca do primeiro emprego.
De qualque maneira, quem acredita sempre alcança! Se você se empenhar e correr atrás, com certeza vai encontrar trabalho.
Boa sorte;)