sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Lugares salmantinos: Cafetería El Sastre

Eu amo café. Seja puro ou com leite, tomo café uma, duas, três vezes por dia, mesmo que na rua haja um sol escaldante. Agora no inverno, então, ter um lugar bacana pra tomar um café quando o frio aperta se torna imprescindível... e foi assim que eu encontrei o El Sastre. Já tinha passado algumas vezes na frente dessa cafeteria, mas só entrei pela primeira vez há uma semana. De visual moderninho porém discreto, seus móveis brancos combinam totalmente com o resto do ambiente, todo em madeira e vidro, com lustres bege claro arredondados consolidando o charme do lugar. No balcão, uma fileira de pinchos (aquelas comidinhas espanholas que a gente tanto gosta) atrai os olhares de quem entra. Nas mesas, os cardápios são pra lá de simples, mas trazem inúmeras opções de cafés e chás, além de sanduíches e porçõezinhas pra quem quiser matar a fome. Uma curiosidade que só matei ao entrar foi descobrir o porquê do nome: Sastre, em espanhol, significa alfaiate, e o nome do bar é uma homenagem a um personagem pra lá de curioso.

Franz Reichelt foi um alfaiate apaixonado pela aerodinâmica. Inspirado pelos desenhos de Leonardo da Vinci e pelos estudos científicos realizados na Torre Eiffel, criou uma espécie de casaco/pára-quedas que permitiria ao seu usuário flutuar no ar. Para comprovar seu invento, vestiu um manequim com o tal casaco e o lançou ao ar; o manequim, como não, caiu diretamente ao chão e se desfez em pedaços. Reichelt não aceitou o fracasso, o qual atribuiu ao fato do manequim não poder abrir os braços, e decidir colocá-la outra vez à prova... usando a si mesmo de cobaia. Teve seu pedido de autorização para o experimento negado, porém a polícia de Paris, surpreendentemente, concedeu uma licença especial para realizar um salto do alto da primeira plataforma da torre, a 57,63 metros do solo. Na manhã de 4 de fevereiro de 1912, diante de toda uma multidão que ia de jornalistas a curiosos, o alfaiate se preparou para seu feito heróico. Colocou o casaco-voador, abriu os braços, se encheu de coragem e... saltou. O resultado foi uma tremenda queda que provocou um impressionante buraco de 35cm de profundidade no chão.

A história, apesar de um tanto quanto trágica, deixa subentendido que a idéia do bar é homenagear a coragem deste desconhecido personagem histórico. Vale a pena a visita.






El Sastre
Calle María Auxiliadora, 87 (ao lado d'El Corte Inglés)
37005 Salamanca
Tel. +34 923234758
contacto@cafeteriaelsastre.com

2 comentários:

Anônimo disse...

Sim, já conhecia...ElSastre, ms ñ o cafe...obrigada, pela viagem...

Larissa Rebelo disse...

Que legal! Sou publicitária tbm e tbm viajante :) E adoooro café!! Acabei de voltar de uma viagem que fiz um "coffee tour", no Panamá!!! Vou escrever sobre ela em breve!! Vem conhecer meu blog! www.lalarebelo.blogspot.com :)