domingo, 13 de julho de 2008

Eu morei fora e sobrevivi. Por que você não iria?

Outro dia tive de novo uma conversa que vira e mexe acontece. Uma amiga virou pra mim e disse: "Nossa, morro de vontade de morar fora, mas é tão complicado..."
Complicado? De que jeito?
Se até eu morei fora, por que você não?
Brincadeiras à parte, acho que morar fora é uma experiência que todo mundo deveria ter! As razões são várias:
1. Nada como morar em outro país para garantir a fluência em outra língua. Você pode até falar bem, mas nada como TER QUE falar uma língua que não é a sua para conseguir, de verdade, soar espontâneo. Quando você menos espera, está inclusive pensando nessa língua!!
2. Pra quem mora com os pais, pra ter a experiência de ter a sua própria casa, seus próprios horários e aprender a resolver seus próprios problemas - a princípio pode parecer uma coisa adolescente, mas basta olhar ao redor para ver quanta gente conhecemos que ainda grita pelos pais quando a coisa aperta...
Às vezes, é só olhar no espelho mesmo...
3. Turistar é uma delícia, eu concordo. Mas morar, de verdade, em uma país estrangeiro, é outra história! É sentir na pele como as pessoas daquele países vivem, sua cultura, seus hábitos, ir à padaria, fazer amigos, trabalhar, sair pra balada... Um país é muito diferente do outro: só quem foi sabe como é!
4. Tempo e dinheiro: não precisamos de muito tempo, nem muito dinheiro (ainda que de um pouco realmente se precise, afinal passagem de avião pra outro continente ainda é uma coisa carinha). São pequenos detalhes: em vez de ficar em um hotel, por que não alugar um apê? Em vez de só comer McDonalds, por que não comer alguma coisa típica? Nem precisa ser restaurante chique, em padarias e banquinhas de rua dá pra encontrar coisas que os moradores daquele lugar realmente comem (não aquele menu "pega-turista"). Em vez de ir só na área turística cheia de lojas, por que não zanzar um pouco sem rumo pelas ruas "normais" da cidade?

E etc, etc, etc...
Tanta coisa pra se fazer por aí!!

Mas eu sei, não dá pra simplesmente mudar de país de uma hora pra outra. Por isso que ainda acho que a palavra de ordem é planejamento: estabeleça qual é sua meta e, todo mês, vá juntando uma graninha...

Nas férias, quem sabe você não faz aquela viagem?

5 comentários:

carolwieser disse...

É Bá...

Realemente, ter morado fora foi uma das coisas mais importantes que aconteceu na minha vida. Determinação é importantíssimo nesta hora, se você tem vontade faça acontecer!!

Tem muita gente que conheço que fala que gostaria de ir, mas não se coça pra fazer acontecer... acho que tempo e dinheiro a gente (se tiver metas) consegue e ralar lá fora também não tira pedaço de ninguém, certo???
Basta querer!

Beijos querida e adorei o post!!

*Cris*Rosa-dos-Ventos* disse...

É verdade, minha flor!
Foi uma das melhores coisas que me aconteceram na vida morar fora.
Os horizontes e as perspectivas se ampliam, a gente conhece muita gente, olha pra vida com outros olhos.
Saudades!
Adicionei vc no meu blog. ;)
Beijãooooooooooooo

*Cris*Rosa-dos-Ventos* disse...

ps: a foto é no Parque de la Alamedilla? :)

Bá Conti disse...

Carol,
Adoro suas visitas, sempre com informações legais pra acrescentar!

beijo!

Bá Conti disse...

Cris!!
Você por aqui, que tudo!!!
Amei seu recadinho...
A propósito, a foto não é no Parque de la Alamedilla não... é em Lisboa, comendo um pastel de Belém na praça que fica bem em frente da fábrica dos pastéis!!
Hum... delícia!!

Aliás, qualquer dia posto uma foto do parque!!

beijo!!